ORAÇÃO PELAS CRIANÇAS DE CASA

quarta-feira, 2 de junho de 2010

“Senhor, que disseste para que as crianças viessem até Vossa presença, tocai, curai e restaurai as crianças que vivem em minha família. São pequenas pérolas que precisam crescer em estatura e graça. Pedimos paciência e prudência no auxilio espiritual de cada uma. Alimentai-as com o alimento sólido da santidade. Curai as feridas que ainda não tomaram proporções maiores. Dai tranqüilidade e alegria a cada uma delas. Deus forte e imortal pretejei nossas crianças de toda influência do mal na escola, nos estudos, nas brincadeiras, no contato com outras crianças. Lançai as luzes do Vosso Espírito sobre elas para que cresçam inteligentes e mentalmente sadias”.

A cada invocação respondemos LIVRAI NOSSOS FILHOS, SENHOR ou LIVRAI… (e diga o nome da criança que você está rezando)

- Da maldade e dos vícios… LIVRAI NOSSOS FILHOS! (ou dizer o nome de cada criança)
- De uma falsa vocação… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Das perturbações noturnas… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Das infestações demoníacas… LIVRAI NOSSOS FILHOS!

- Dos sonhos perturbadores e do terror noturno… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Da insônia e do choro… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Da dependência total de nós, os pais… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Da imaturidade… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Da precocidade… LIVRAI NOSSOS FILHOS!

- Da falta de paz e do desassossego… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Da falta de educação herdada de antepassados… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Da imoralidade e da pornografia… LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Do envolvimento com drogas LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Do álcool e do fumo LIVRAI NOSSOS FILHOS!
- Das tatuagens e dos piercings… LIVRAI NOSSOS FILHOS!

(composta por Beatitudes Kids: Rezando pelas crianças de nossa casa)

CURA DOS PENSAMENTOS

O PENSAMENTO

Jesus, penetrando-lhes os pensamentos, perguntou-lhes: Por que pensais mal em vossos corações (Mt. 9,4). Porque é do coração que provêm os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as impurezas, os furtos, os falsos testemunhos, as calúnias (Mt. 15,19).

A MEMÓRIA

Em verdade eu vos digo: em toda parte onde for pregado este Evangelho pelo mundo inteiro, será contado em sua memória o que ela fez. (Mt. 26,13). Eis por que não cessarei de vos trazer à memória essas coisas, embora estejais instruídos e confirmados na presente verdade. (II Pd. 1,12).
........................................
ORAÇÃO.

"Senhor: sei que minha inteligência e minha memória são presentes da criação. É uma benção poder pensar, refletir, aprender e armazenar informações. Quero Te louvar e bendizer por tão bela herança divina que só nós, Teus filhos, podemos ter e usufruir.

Sei também, Senhor, que me criaste para amar, aprender e guardar as coisas sobre Vós. Por isso nesse momento quero pedir que Vosso Sangue precioso venha sendo derramando sobre minha mente e sobre a minha memória. Peço a desobstrução imediata de minha mente para poder aprender, assimilar e guardar melhor as informações.

Peço Vosso sangue para ser derramado por todo meu cérebro e por esta bela faculdade de pensar e armazenar informações. Quero e preciso Senhor aprender a Verdade que liberta o homem. Em minha mente muitas vezes ficam armazenadas os maus momentos, os meus pecados passados ou uma maneira errada de me olhar.

Arranca todo o mal que tenha se instalado em minha mente. Tira pelo Poder do Teu Nome V toda influência maligna e mundana que tenha se armazenado em minha mente e em minha inteligência e que põe minha memória obstruída.

Em Nome de Jesus eu renuncio a todo pensamento que se levanta contra Deus e toda deficiência em aprender e assimilar as coisas de Deus. Renuncio a todo controle mental que faço ou que tenha sido feito em minha linha de família. Eu renuncio em Nome de Jesus a todo esquecimento maligno ou deficiência em lembrar-se de coisas importantes. Eu passo o controle do meu pensar e de minha memória nesse instante ao Espírito Santo de Deus.

Vinde Espírito, liberta meus pensamentos, minha inteligência e minha memória e vai construindo-me novamente uma pessoa livre dos maus pensamentos e abastecida de boas informações.

Deus seja louvado por ter me feito tão maravilhoso na inteligência. Eu agradeço ao Meu Deus e Pai pelo cérebro que tenho e por minha inteligência. Deus me fez assim e Deus me quer cada vez mais inteligente e sábio. Deus seja louvado em minha memória, em minha inteligência e em minha sabedoria. Obrigado, Senhor por minha libertação. Que os pensamentos divinos ocupem os meus pensamentos. Amém".

O SENHOR DA CURA

A cura interior não é só uma graça de saúde. E não funciona como uma farmácia. Se for assim, e quando Jesus não cura? Porque existem muitos casos que eu pedi cura física e não fui atendido. Deixo de ser católico? Largo o cristianismo por causa disso?

A cura é em Jesus. Ela é a manifestação do amor de Deus para que compreendamos o que O Senhor quer mostrar. Onde Ele quer nos levar e onde ele quer chegar.

Em muitas denominações religiosas, catequizadas pelas "seitas da TV", a cura é o extraordinário necessário. Para nós, amigos do Mestre, a cura é uma conseqüência da minha intimidade com Deus. Ele quer me curar e eu deixo. Deixo Ele fazer o que for preciso e não aquilo que eu quero que seja feito.

É Jesus quem faz. E, se eu acredito que Ele faz porque então questionar se não obtive a cura divina? Porque a providência é sempre aquilo que eu quero e não aquilo que Deus faz? E se Ele não faz o que eu quero, vou para outra Igreja ou pro "terreirinho" onde a arruda me benze e a cirurgia espiritual me liberta.

Olhe para esta imagem acima. Busque a mesma atenção dos dois espectadores de Jesus. Eles estão aprendendo do Mestre a fazer o Bom Vinho e como retirá-lo da talha. Qual a obra que O Senhor precisa fazer em você neste momento e o que ele precisa extrair para que você se torne um bom amigo de Deus? Reze espontaneamente. Converse com Jesus por alguns instantes. Faça a experiência de conhecer O Senhor da cura.

Ser curado tem haver com intimidade, amizade, fidelidade. É estar perto do Mestre. Gripado ou não. Com ou sem dores nos joelhos.

ORAÇÃO DA DOR DO ADULTÉRIO

segunda-feira, 24 de maio de 2010

“Senhor, neste momento de dificuldade espiritual que estou vivendo, diante do “chão que me foi tirado”, rogo ao Sangue de Jesus que tenha piedade de mim e de minha família.

Invoco sobre mim, sobre meu casamento e minha família toda, o Sangue precioso de Jesus para a libertação física e espiritual do mal do adultério.

Pela Vossa força, Senhor, eu suplico, que ponha esse espírito para fora de minha casa e de meus familiares. Pelas chagas de Jesus eu cancelo toda forma de maldição e trabalho que tenham sido feitos para derrubar minha casa e minha família. Diante de Vos reúno minhas lágrimas, perdoando e amando os membros de minha família que me feriram.

Eu perdôo ao meu marido (minha esposa), meus filhos e todos aqueles que foram cúmplices de minhas derrotas. Apago, pelo escudo da fé, os dardos inflamados do inimigo que querem destruir essa família. Pelo poderoso Nome de Jesus, eu corto toda influencia negativa de meus antepassados na área de traição e divórcio. Renuncio a toda maldade que fizeram em minha árvore de família e a todo poder de sedução que exista fora dos casamentos de meus familiares. Firmo meus passos, Senhor, diante de Vós e busco libertação de minha dor.

Caiam mil homens à minha esquerda e dez mil à minha direita, nenhum mal me afligirá mais, porque o meu seguro porto é Vosso Coração Sagrado. Quero atrair coisas santas para minha casa. Não permitais, Senhor meu Deus, que as forças demoníacas, destruidoras do matrimônio, apossem-se de minha casa. Com fé eu clamo neste momento:


- Das insídias de satanás pela sexualidade... Pai livrai minha casa deste mal.
- Do adultério e da fornicação... Pai livrai minha casa deste mal.
- Da perdição dos maridos e das esposas de minha família... Pai livrai minha casa deste mal.
- Do divórcio... Pai livrai minha casa deste mal.

- Do ódio e do ressentimento...
Pai livrai minha casa deste mal.
- De um casamento “seco” e sem vida... Pai livrai minha casa deste mal.
- Da falta de diálogo... Pai livrai minha casa deste mal.
- Das brincadeiras maliciosas e traidoras... Pai livrai minha casa deste mal.

- Das músicas que estimulam a traição... Pai livrai minha casa deste mal.
- Da rebeldia que possa ter se instalado em meus filhos... Pai livrai minha casa deste mal.
- Dos erros do passado... Pai livrai minha casa deste mal.
- Do desrespeito para com o Sacramento do Matrimônio... Pai livrai minha casa deste mal.


Agradeço-Vos, Senhor, porque com Vosso poder e amor tocaste meu coração e abriste arestas onde Vosso Espírito pode chegar. Dou-Vos graças pela minha casa e pela vitória que terei sobre as dificuldades. Vosso amor é que nos une e ele é maior do que aquilo que quer nos separar. Convido-Vos Senhor, a permanecer comigo nos combates que terei. Consagro minha vida ao rio de Paz que é Vosso Sagrado Coração.

Maior que meus problemas é Jesus... Maior que minhas dores é Jesus... Maior que minha mágoa é Jesus... Maior que meus deslizes é Jesus... Maior que meu pecado é Jesus.
Eu creio e espero. Confio em Vossa mão poderosa, Senhor. Deus é Soberano”.
EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR!

ORAÇÃO DE LIBERTAÇÃO

Faz parte do processo de cura interior a LIBERTAÇÃO. Libertação é o deslocamento do mal que há em nós. E, Deus sendo Deus não quis mexer com as próprias mãos na revolta dos anjos maus e mandou São Miguel, acredito que podemos fazer o mesmo. Esta oração foi composta pelo fundador da comunidade Beatitudes.

Pode copiar e enviarpara seus amigos e familiares. Esta oração foi composta dia 20/08/2004, às 22:57, em um momento de libertação.
------------------------------------

“Afasta-te daqui maldita serpente, O Sangue de Jesus te derrota. Pisa à tua cabeça os pés da Santíssima Virgem. Seja teu veneno teu engasgo, Seja tuas próprias sugestões a tua intoxicação; Afasta-te diante do terrível Nome de Jesus. Cerca teu caminho São Miguel Arcanjo. Encerra tuas insídias contra minha vocação o sangue dos mártires. Humilha-te diante do Trono da Graça, Ponha-te prisioneiro diante do testemunho dos santos. Deus é Soberano! Meu pecado enfraquece diante da bondade de meu Deus. Rogo libertação, meu Jesus. Não leveis em conta o meu dia de hoje nem meu pecado oculto. Curai meu coração a todo instante das investidas do mal. Deus é Soberano!”. Santíssima Virgem, Mãe desta Comunidade, rogai por nós. Santíssima Virgem, que esmaga a cabeça da serpente, intercedei por nós. São Miguel Arcanjo defendei-nos no combate.

TÚMULOS INTERIORES

Nestes anos todos de aprendizado no Espírito e, em especial nos últimos dois anos de um trabalho mais intenso, observamos que a cura interior é cada vez mais necessária nesses dias “maus”. Ela é um fortalecimento da alma e um “fortificante” espiritual e humano. Ela é o acesso que o Senhor tem ao meu “túmulo interior”,ou seja, a tudo aquilo que sepultei em mim e que causam tantas dores.

Como um remédio para os males, a cura interior deve ser administrada na medida certa que o próprio Senhor concede. E deve ser conduzida de forma madura, sem emocionalismos e com muito discernimento.

Um dos dramas mais quotidianos que também observamos é o fato de que o povo de Deus tem medo de ser curado. Tem medo de ser mexido porque sarar um machucado dói mais que o machucado em si. E dói um pouco mais no começo da desinfecção, mas é necessário mexer para que não haja necrose dos tecidos ou até mesmo uma gangrena de algum membro.

Muitos filhos de Deus hoje estão sentimental, emocional e espiritualmente infeccionados. Grande parte dos cristãos está necrosada ou em estado de “choque séptico” – ou infecção generalizada - espiritual. . São machucados passados que voltam à tona por qualquer estímulo; são traumas escondidos nos subterrâneos da mente e travestidos (ou mascarados). E estes traumas chegam a enganar as pessoas como se fosse “próprio do temperamento”; são tristezas enterradas em túmulos interiores. Muitos cristãos acabam vivendo em cemitérios particulares dentro de si mesmos. O que fazer se, infelizmente ainda temos a tendência de nos acomodar nas próprias imperfeições e esconder do “Médico” os machucados e as infecções?

A ordem de Jesus foi bem clara quando disse para Lázaro sair do túmulo. É uma alusão à Sua própria Ressurreição. Jesus conheceu as dores profundas do homem porque mergulhou nestas dores profundas. Jesus foi decepcionado, ultrajado, traído, humilhado e mortalmente ferido. Jesus viu sua própria Mãe sofrer as dores de Sua morte (qual filho não se traumatiza ao ver a mãe chorar?). Jesus velou José, seu pai nutrício. Seus amigos não O acompanharam na traumatizante subida dolorosa do calvário. Jesus viu seu próprio Sangue e as dor de gritar e não ser atendido. Jesus entrou no túmulo e viu o que é morrer, mas saiu dele curado e livre.

Da mesma forma é conosco. E também assim como Lázaro e Jesus será nossa história. História de quem não se acomoda em si mesmo e quer transformação, quer cura interior. É a decisão do “LEVANTA-TE!..., ANDA COM TEUS PASSOS PARA PERTO DO SENHOR”. Busca sua cura no Sacrário. Ninguém consegue servir a Deus e coordenar irmãos numa liderança se não busca a perfeição que vem da cura interior. É um processo único e distinto de todas as formas humanas de cura porque não é um esforço humano e sim um desejo Divino. Jesus quer entrar no túmulo junto com você e te buscar. Por mais difícil que você pareça, Jesus é melhor e pode mais.

É fato. Veja para crer. Quantas lideranças eu já vi; quantos coordenadores eu presenciei caindo e caindo feio. Quantos Padres bons e ungidos desmoronaram porque não perceberam que estavam presos em seu túmulo interior, em suas feridas e em “jeito de ser”. Muita gente boa acabou. Muita fé esfriou, foi perdida. E isso pode acontecer comigo se não “Levantar e andar”.

Costumo dizer para a Beatitudes que, é daqui uns 10 anos que vocês verão se aqueles que tinham Jesus no peito, que lideravam grandes públicos ou que celebravam missas por cura, ressuscitaram com Cristo para uma vida nova. Estes 10 anos não é um prazo de validade, é um tempo de “prova de vida”.

Não tente sair do túmulo sozinho. Não ache que suas forças bastam para se autocurar. Apresente o túmulo interior que você traz em si; apresente suas feridas a Jesus e peça sua cura. Busque em irmãos maduros auxilio oracional. Na Missa, o momento de ofertório não é somente para entregar a Jesus seus talentos, seus dons, sua enxada, seu pão ou sua família. O ofertório que o Senhor aguarda é o seu. Oferte. Peça. Dê espaço pra Jesus adentrar. O mais Ele fará. Reze um pouco:

“Entra Jesus, no túmulo de meu interior. Vasculha-me por inteiro e encontra aquilo que ainda está morto. Não quero morrer aos poucos. Eu quero viver. Atraia-me com Seu amor para fora de mim mesmo e de minhas vontades. Arranca-me do meu eu e de minhas feridas. Solta-me das algemas da tristeza e da mágoa. Perdoa meus pecados e leva-me Contigo à ressurreição. Eu acredito, espero e amo, Jesus”.


FILHOS FERIDOS

É mais profundo do que imaginámos os casos crônicos de pessoas que não conseguem relacionar-se bem com outras pessoas.

Sabe aquele parente que não se dá com ninguém? filho ferido.

Sabe aquela pessoa que nunca consegue adptar com outras pessoas? filho ferido.

Conhece alguém que sempre têm razão e as demais pessoas nunca estão à sua altura? filho ferido.

Todas estas são as pessoas feridas no coração e na mente. Existe um poço profundo em suas vidas. Existe uma lâmina afiada cortando seus passados e corta suas relações humanas. Existe uma manifestação de carência em suas mentes. E são estas pessoas que precisam aproximar-se de Jesus. Porém, são as que mais fogem de missa, de adoração, de grupo de oração e de oração de cura interior.

Estas pessoas são doloridas por dentro e rompidas por fora. E não há como diagnosticar o real motivo senão por ação do Espírito Santo e do Dom carismático da Ciência. Sim. O diagnóstico mais correto é o de Deus.

Os filhos feridos de Deus, principalmente em suas relações com o papai e a mamãe, são filhos que não desenvolveram capacidade de se relacionar com o outro. Não sabem dar e doar. Não sabem perder. Eles sempre trazem consigo uma teoria melhor do que a do outro.

Filhos feridos não sabem escutar os problemas alheios. Eles são "cheios de si". Costumam enveredar sempre pelo pecado da soberba, pois, buscam em si mesmos a defesa para suas vidas.

Filhos feridos são maridos ou esposas que desconhecem o amor do matrimônio. E não é culpa deles. Lhes falta um pedaço do amor. Não conheceram em suas casas e no casamento de seus pais o que é o verdadeiro amor. Por isso eles fogem da simplicidade do abraço, do beijo na boca, do essencial em uma relação matrimonial.

Filhos feridos tornam-se pais feridos. E pais feridos são um perigo para a sociedade. São proliferadores de mágoa, ódio, raiva, dureza de coração e anestesia espiritual.

Os filhos feridos trazem consigo marcas de dores que precisam ser saradas. E a cura não está em um livro, em uma poesia, CDde música, sons da natureza, exercício oriental ou filosofia. Só Jesus têm o poder de curar interiormente um filho ferido.

Filhos feridos são homens e mulheres que nunca mostraram a cor de suas lágrimas para ninguém. Choram sozinhos, em seus travesseiros. São indivíduos que trazem uma desesperada saudade de Deus, do Pai.

Rezemos por nós, filhos feridos de Deus.

"Pai. Eu estou ferido no amor. E a prova disso é que eu machuco demais as pessoas. As feridas que causei na vida de meu cônjuge e de meus filhos ultrapassaram os limites do normal. Eu machuquei demais as pessoas porque estou demais machucado. Por isso vim aqui pedir-Te a cura da minha ferida que só Tu conheces. Nem mesmo eu sei o que me deixa triste. Nao sei porque machuco meus filhos com palavras. Desconheço minha irritabilidade. Meu humor muda a qualquer momento. Talvez, Pai, esta dor tenha se iniciado com meu pai ou com a falta dele. Meu pai morreu muito cedo e eu nem o conheci. Tive que na pouca idade trabalhar. Vi minha mãe passar fome e sede e isto endureceu meu coração. Hoje sou avó, Pai, e não sei sentar meu neto no meu colo. Traz estas lembranças à tona e crava-as cruz de Teu Filho, Pai.D entro da chaga de Coração de Jesus eu coloco as chagas de meu coração. Eu permito, Pai. Eu deixo a cura interior penetrar no profundo de minhas lembranças. Sarameus medosda infância que aindapermanecem comigo. Pai, Tu és a minha luz de amor. Tu és minha esperança. Tu és meu amparo e minha rocha firme. O Pai está comigo. Amém".

O QUE É CURA INTERIOR?

domingo, 23 de maio de 2010

Há várias definições. Muitos autores, experientes noministério de cura dão vários nomes à cura interior. Contudo, nenhum nome tocou-me mais do "AMOR". Isso mesmo. Cura interior é a Ação Amorosa de Deus em minha vida. É desta forma que definimos cura interior em minha Comunidade.

E, sendo a cura interior uma "ação" de Deus, logo entendemos que existe uma mobilização para que cura interior aconteça. Por mais que eu patrocine a cura interior em meu grupo de oração e em minha comunidade, não sou eu quem precisa de cura e sim, O Senhor quem quer me curar. Ele quer "antes." Deus sabe primeiro das minhas necessidades. Esta ciência é importante para que haja eficácia na cura interior: "Deus quer a minha cura e a minha restauração antes mesmo do meu querer". Ele sabe de tudo.

E toda mãe sabe como é fácil "derramar amor" em seu filhinho. Desde os primeiros momentos da gestação, passando pelo nascimento, amamentação, cuidados com a pele, roupinhas, tudo isso são "derramamentos de amor". E Deus faz a mesma coisa: Ele se derrama em amor, cuidados, zelo, prudência. Ele quer curar minha pele. Quer restaurar minha dignidade de filho. Quer vestir-me de acordo. Quer que eu me alimente certinho.

Portanto, o Amor de Deus é a maior e melhor definição de cura interior. Promover o Amor em minha família, em meu casamento, em meu grupo de oração é a "forma" que Deus tem manifestado cura interior nos dias atuais. E isto se intensificará muito mais nos próximos anos.

Quem não se entrega não aprende o que é confiar. OPai quer amar. O Pai quer se derramar pelos filhos. Ea propsta é simples: "abra e Eu entro". É B;iblico. Vamos nesse momento abrir a porta de nossa vida para O amor de Deus.

"Senhor, sei que tenho me desviado do amor. Sei que não fuigerado no amor como deveria. Perdi meus pais muito cedo. Magoei-me com minha mãe por causa do abandono. Fiquei entristecido com meu pai devido a traição e o adultério. Mas eu quer neste momento, Senhor, ser preenchido pelo Seu Amor curador. Entrego minhas tristes lembranças para serem curadas por Você. E acredito nesta cura. Toca meu interior, Senhor. Restaura o amor à vida, o amor a minha família e o amor a mim mesmo(a). Eu abro portas e janelas de minha alma, Mestre. Cura os meus sentidos neste momento. EU perdôo meu pai e minha mãe pelo desamor e pelo meu fracasso. Sou Teu, Senhor. E, sento teu sou mais que vencedor. Sou vencedor sobre meu pecado e sobre minhas misérias. Ó Mestre, dá-me a graça da cura interior para que o amor seja livre e desempedido(a) em minha vida. E assim eu poassa amar com mais facilidade todas as pessoas. Obrigado, Jesus. Eu creio mas aumenta a minha fé... cada dia mais. Amém".

SIGA